A Fundação Cesgranrio divulgou nesta quinta-feira (19) o número final de inscritos no concurso da Caixa Econômica Federal para formação de cadastro de reserva para o cargo de técnico bancário novo, que exige nível médio. No total são 1.086.513 candidatos. O número parcial, divulgado inicialmente pela Caixa, era de 1.086.514.

Somente no estado de São Paulo são 181.799 inscritos (contando os candidatos da área de tecnologia da informação). Em seguida aparecem Minas Gerais com 107.198 candidatos, Paraná com 82.861, Rio de Janeiro com 78.789, Bahia com 71.652 e Rio Grande do Sul com 67.345.

Os candidatos podem consultar os locais de porva no site da organizadora. É preciso ter o número do CPF e data de nascimento. A prova está marcada para o próximo domingo (22), às 13h.

Veja a lista de inscritos por estado
Estado Número de candidatos
Acre 11.291
Alagoas 11.426
Amapá 8.214
Amazonas 13.670
Bahia 71.652
Ceará 49.521
Distrito Federal 67.707
Espírito Santo 26.127
Goiás 40.868
Maranhão 26.978
Minas Gerais 107.198
Mato Grosso 25.592
Mato Grosso do Sul 12.323
Pará 29.228
Paraíba 22.269
Paraná 82.861
Pernambuco 42.773
Piauí 16.215
Rio de Janeiro 78.789
Rio Grande do Norte 16.126
Rio Grande do Sul 67.345
Rondônia 14.973
Roraima 5.396
Santa Catarina 33.935
São Paulo 181.799
Sergipe 12.888
Tocantins 9.267

O salário para técnico bancário novo é de R$ 1.744 para jornada de trabalho de 6 horas diárias, caracterizando 30 horas semanais.

O candidato deverá optar por um polo, que estará automaticamente vinculado ao macropolo correspondente, para fins de classificação e convocação, e à cidade de realização das provas, conforme Anexo II do edital. O provimento das vagas estará sujeito ao planejamento estratégico e às necessidades da Caixa.

O técnico bancário fará atendimento aos clientes e ao público em geral, efetuando operações diversas, executando atividades bancárias e administrativas, de forma a contribuir para a realização de negócios, possibilitando o alcance das metas, o bom desempenho da unidade e a satisfação dos clientes internos e externos.

As vantagens oferecidas são participação nos lucros e nos resultados; possibilidade de participação em plano de saúde e em plano de previdência complementar; auxílio refeição/alimentação; auxílio cesta/alimentação.

O concurso público terá três etapas: provas objetivas, prova de redação e exames médicos admissionais.

A prova de conhecimentos básicos (comuns a todos os polos) terá língua portuguesa, matemática, atualidades, ética, atendimento, história e estatuto da Caixa e legislação específica. A prova de conhecimentos específicos (para todos os polos, exceto para os de tecnologia da informação – DF, RJ e SP) terá conhecimentos bancários I e noções de informática. Já a de conhecimentos específicos exclusivamente para os polos de tecnologia da informação terá tecnologia da informação e conhecimentos bancários II.

Na redação serão aceitas a antiga e a nova ortografia, isto é, a forma de grafar e de acentuar as palavras vigentes até 31 de dezembro de 2008 e a que entrou em vigor em 1º de janeiro de 2009. A redação deve ser estruturada na forma de texto em prosa do tipo dissertativo-argumentativo, e valerá 10 pontos.

As provas serão aplicadas, simultaneamente, nas cidades discriminadas no Anexo II do edital.

Ficam asseguradas as admissões, conforme necessidade de provimento, dos candidatos classificados nos concursos públicos 2010 para o cargo de técnico bancário novo até o término de suas vigências, ou seja, 13 de junho de 2012, para RJ e SP, e 28 de junho de 2012, para os demais estados, ou até o esgotamento do cadastro de reserva no polo/macropolo de opção, prevalecendo o que ocorrer primeiro.

O concurso público terá validade de um ano, podendo ser prorrogado, a critério da caixa, uma única vez, por igual período, contado a partir da data de homologação do resultado final, prevista para 19 de junho.

12 mil convocados
A Caixa informou que contratará 12 mil novos funcionários este ano. A informação foi dada no dia 7 de fevereiro pelo presidente do banco, Jorge Hereda. De acordo com a assessoria de imprensa da Caixa, o contingente será preenchido por meio desses novos concursos públicos e também por aprovados dos três concursos que ainda têm validade em vigor. Atualmente são cerca de 85 mil funcionários.

O prazo de validade dos três concursos realizados em 2010 foi prorrogada. Os três editais, para formação de cadastro de reserva, foram lançados em março daquele ano. Dois deles eram para os cargos de técnico bancário novo – um em nível nacional e outro para o Rio de Janeiro e São Paulo. O terceiro concurso era para a carreira profissional, em cargos de nível superior, para advogado, arquiteto e engenheiro.

A validade do concurso para técnico bancário em São Paulo e no Rio de Janeiro vai até 13 de junho de 2012. Já o de técnico bancário em nível nacional tem validade até 28 de junho de 2012 e, no caso do concurso para nível superior, até 29 de junho de 2012.

Os três concursos realizados em 2010 receberam o total de 760.953 inscrições. As seleções para técnico bancário tiveram 700,2 mil inscritos – 248.688 para São Paulo e Rio de Janeiro e 451.523 para nível nacional. Para os cargos de nível superior, o concurso recebeu o total de 60.742 inscrições.

A CEF afirma que admite aprovados tendo em vista ainda a necessidade de preenchimento de vagas decorrentes de desligamentos por motivo de rescisão contratual, aposentadoria e falecimentos. “Como a convocação dos candidatos decorre do aumento do quadro de pessoal ou, ainda, da reposição de empregados desligados, o banco não tem como prever quantas vagas devem surgir até o prazo final de validade do concurso, nem em quais localidades haverá maior chance de se chamar mais candidatos”, informa.

(G1)