São Paulo – Em uma tentativa de manter seu poder aquisitivo, um grupo de mais de 800 pessoas na cidade portuária de Volos, na Grécia, está usando uma moeda alternativa ao euro. O sistema é organizado pela internet e a moeda, a TEM, baseia-se em um sistema de trocas. As informações são da BBC Brasil.

A paridade é, aproximadamente, de um para um com o euro, mas a grande diferença é a possibilidade de trocar bens e serviços por produtos ou por créditos. Cada integrante do sistema tem uma conta TEM na internet, onde são depositados os créditos de transações virtuais. As pessoas que oferecem bens ou serviços podem acumular crédito para usar em algumas lojas.  Alguns comerciantes aceitam trocar diretamente suas mercadorias por outras. 

As transações são supervisionadas por Yiannis Grigoriou, o fundador do sistema. Para o prefeito de Volos, Panos Skotiniotis, o TEM não ameaça a hegemonia do euro, mas sim, coexiste com a moeda oficial.

A ideia de abandonar o euro é bastante recorrente quando se trata de crise na Grécia. Recentemente, um garoto holandês de onze anos, Jurre Hermans, ganhou uma menção honrosa no prêmio Wolfson Economics, que pedia propostas para a crise na Zona do Euro. A ideia enviada por Hermans propõe que a Grécia abandone o euro, pelo menos por um tempo.

(EXAME ONLINE)