O Governo federal pretende ampliar o número de aeroportos regionais no País de 130, atualmente, para cerca de 210 até 2014. O programa deve ser anunciado ainda este ano pela Secretaria de Aviação Civil (SAC). É o que informou o ministro-chefe da SAC, Wagner Bittencourt, durante o Seminário Parcerias para o Desenvolvimento -PPPs e Concessões, na capital fluminense. 

Segundo ele, a infraestrutura atual atende cerca de 80% da população. Com o plano, a intenção é atingir 94% com acesso a aeroporto em um raio de 100 quilômetros, disse o ministro. “Isso vai alimentar as rotas troncais e será bom para os grandes aeroportos”, afirmou.

O plano para o sistema de aeroportos regionais será implementado com recursos do Fundo Nacional de Aviação Civil (Fnac), que devem totalizar em torno de R$ 2 bilhões por ano. Segundo Bittencourt, cerca de R$ 210 milhões virão do Programa Federal de Auxílio a Aeroporto (Profaa). Um outro fundo deve aportar mais de R$ 200 bilhões e as concessões devem render em torno de R$ 1,5 bilhão.

O ministro disse que o Governo está conversando com estados, companhias aéreas e outros interlocutores para definir que projetos aeroportuários regionais entrarão no plano da SAC. De acordo com Bittencourt, mesmo com as concessões que o Governo fez recentemente, que visam adequar a infraestrutura à demanda, o País precisará de novos aeroportos em “10, 15 anos”.

(das agências)