A Secretaria Municipal de Defesa do Consumidor (Procon Fortaleza) deu prazo até o próximo dia 27 para que a Etna, especializada em móveis, eletrodomésticos e objetos decoração, cumpra o acordo firmado com o órgão público de normalizar a entrega de produtos, em pelo menos menos 16 processos  movidos contra a empresa.

Caso a Etna não realize as entregas pendentes, o Procon ameaça punir a empresa com penas que variam de multa, passando pela interdição da loja e podendo chegar até a cassação do alvará de funcionamento. O órgão ainda enviou cinco fiscais à empresa para verificar se há mais alguma infração ao direito do consumidor.

Na última audiência, realizada no último dia 4, os consumidores também reclamaram que alguns dos produtos entregues pela Etna apresentavam defeito. A próxima audiência coletiva está prevista para a próxima quinta-feira  (19) deste mês.

A Etna inaugurou loja em Fortaleza no dia 20 de dezembro do ano passado e conta com lojas espalhadas por 11 estados.

Etna diz que vai cumprir acordo

A empresa Etna enviou nota oficial à imprensa, na qual se compromete a cumprir o acordo feito com o Procon Fortaleza e com os consumidores queixosos. Confira trecho da nota:

“A Etna informa que, conforme o acordado em audiência pública, realizada no dia 4 de abril, em Fortaleza (CE), todos os clientes da loja de Fortaleza receberão seus produtos até o dia 20 de abril. A empresa se compromete a enviar todas as mercadorias atrasadas até essa data.

A Etna reforça que lamenta o ocorrido com alguns produtos vendidos em sua loja de Fortaleza (CE). A empresa está tomando as providências para que os casos sejam resolvidos da melhor maneira possível. Uma das medidas imediatamente já aplicadas no local é a ampliação do estoque, a fim de acomodar melhor os produtos, além de aumentar sua equipe de logística para que o tempo de entrega seja diminuído.”

(Diário do Nordeste)

Anúncios