As areias da Praia de Iracema são palco mais uma vez dos festejos da cidade. Amanhã, ao completar 286 anos, Fortaleza leva as pessoas ao aterro para comemorar seu aniversário. De crianças a idosos, sem distinção de profissão, cor ou religião. “Essa é uma festa para reunir todos. É um momento de irmanamento para festejar a própria cidade”, convida Fátima Mesquita, secretaria da Cultura de Fortaleza (Secultfor).

Em destaque, no palco, Paulinho da Viola e outros músicos locais, mas a festa é do fortalezense. “É importante que as pessoas participem, pois é uma construção de todos, um momento de reflexão sobre a cidade”, afirma Fátima. O samba, o forró, o rock, a diversidade, enfim, que caracteriza o morador da Capital da Terra do Sol estará presente no aterro amanhã, promete a secretária.

“Nosso objetivo é trazer à tona esse sentimento de amor por Fortaleza”, diz Fátima. Ocupar a cidade e fazer brotar o sentimento de pertença. Nas palavras da secretária, a festa vai desde a “figura ímpar da música”, que é Paulinho, até os compositores cearenses que “fazem história hoje”. O festejo quer unir pessoas iguais e diferentes em torno da cultura e da alegria.

Às vésperas de grandes eventos mundiais no Brasil, a identidade do cidadão de Fortaleza tem de ser estimulada. “Queremos resgatar a cidade para o fortalezense e percebemos que a população se apropria cada vez mais do espaço público”, afirma Hebert Lima, presidente da Fundação de Cultura, Esporte e Turismo (Funcet). A programação do aniversário, que terá a festa de amanhã como ponto de partida, foi pensada nesse sentido, ele afirma. “Para envolver a cidade toda, é preciso começar de agora”.

O palco e a estrutura que vão receber o público estimado em 50 mil pessoas começou a ser montado na segunda-feira. A festa no aterro vai custar cerca de R$ 500 mil.

Na preparação da cidade, o trânsito terá atenção especial. Pelo menos 30 agentes da AMC irão regular o trânsito na área do aterro e mais 20 irão atuar de acordo com a necessidade e o volume de público. A Guarda Municipal terá 100 homens na segurança da festa.

Ônibus e linhas extras serão disponibilizados pela Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor). Os itinerários especiais farão ligação direta dos terminais ao aterro da Praia de Iracema. No dia 13, também haverá tarifa social, que irá vigorar até as quatro horas do sábado.

Onde
ENTENDA A NOTÍCIA

O aterro da Praia de Iracema já se tornou referência para a realização de grandes eventos. Sexta-feira, o local recebe, mais uma vez, o aniversário da cidade. A festa será comandada por músicos locais e por Paulinho da Viola.

(Mariane Freire – O Povo Online)

Anúncios