John Fahey, diretor-presidente National Geographic Society, uma instituição científica e educacional americana sem fins lucrativos de 124 anos disse em entrevista ao Wall Street Journal que acredita que a revista National Geographic só terá versões digitais no futuro. A revista é distribuída em português, no Brasil pela Editora Abril.
 
Na entrevista, Fahey diz que acredita que a revista impressa deixará de existir em algum momento. “Vamos tentar direcionar as pessoas para passar da revista impressa para a versão digital o mais rápido possível, pois julgamos que isso é mais ou menos inevitável”, diz.
Versão impressa pode deixar de existir
Segundo o portal WSJ Américas, Fahey, que assumiu como diretor-presidente em 1998, tem expandido a revista em diferentes plataformas, lançando um site, associando-se a redes de televisão, por onde alcançou com a programação 56% do faturamento total, e experimentando com o mercado de videogames. Mesmo assim, Fahey diz que precisa continuar a reinventar o patrimônio com blogs sobre notícias, um modelo de assinatura com vários níveis e ofertas para leitores eletrônicos como iPad, Kindle e Nook.
(Portal Imprensa)
 
Ainda de acordo com o portal, a circulação em língua inglesa caiu mais ou menos pela metade desde os anos 80, quando a revista chegou a seu auge, e está em cerca de 5 milhões de exemplares, embora a companhia tenha ganho 2,5 milhões de assinantes lançando mais de 30 edições em outros idiomas.
Anúncios