VICE-PRESIDENTE RICARDO OLIVEIRA CORRE O RISCO DE SER DEGOLADO NA PRÓXIMA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO, LOGO APÓS A PÁSCOA

05 de Abril de 2012 às 12:48

247 – É grande a expectativa, no Banco do Brasil, em torno da próxima reunião do Conselho de Administração, marcada para a próxima segunda-feira. Ela pode sacramentar a demissão do vice-presidente Ricardo Oliveira, que é o pivô de toda a confusão recente na instituição. A informação foi publicada pelo jornalista Lauro Jardim, na coluna Radar. Leia nota:

Demissão no BB?

É aguardada com especial ansiedade a reunião do Conselho de Administração do Banco do Brasil, marcada para segunda-feira. Há gente graúda apostando suas fichas na exoneração de Ricardo Oliveira, vice-presidente do BB que envolveu-se (ao lado de Aldemir Bendine, o presidente) numa briga de bastidores contra o presidente da Previ, Ricardo Flores.

Por Lauro Jardim

Recentemente, o 247 foi a primeira publicação a apontar Oliveira como responsável pela guerra de dossiês na instituição (leia a reportagem “Há uma guerra no BB e seu nome é Ricardo Oliveira”). Num desses episódios, o Banco do Brasil é suspeito de ter quebrado o sigilo bancário do ex-vice-presidente Allan Toledo. O caso deve dar origem a um procedimento criminal para apontar quem foi o responsável pela quebra de sigilo e o vazamento dos dados bancários.

(BRASIL 247)