A apresentadora norte-americana Oprah Winfrey gravou uma entrevista na manhã desta quinta-feira (29) com o médium João de Deus, em Abadiânia, cidade goiana a cerca de 150 km de Brasília. O médium faz cirurgias espirituais há mais de 30 anos na cidade.

Segundo o voluntário Chico Lôbo, da Casa Dom Inácio de Loyola, onde João de Deus atende, a apresentadora chegou na cidade por volta das 8h acompanhada de três seguranças. Ela se reuniu com o médium por cerca de uma hora acompanhada apenas de sua equipe. Depois acompanhou as cirurgias espirituais realizadas por João de Deus até cerca de 10h30. Ela deixou a casa por volta das 11h, afirmou Lôbo. (Atualização: a repórter do G1chegou às 14h10 em Abadiânia e constatou que a apresentadora ainda estava na Casa Dom Inácio de Loyola).

De acordo com o voluntário, a apresentadora foi reconhecida por estrangeiros que aguardavam para ser atendidos pelo médium, conversou com as pessoas e deu autógrafos. “Ela ficou muito à vontade e acompanhou todo o trabalho da manhã”, disse.

Oprah teria chegado ao Brasil em um jato particular que pousou no aeroporto de Brasília durante a madrugada. O voluntário não soube informar se ela seguiria para os Estados Unidos após retornar a Brasília.

O voluntário afirmou que uma equipe da apresentadora estava na cidade havia duas semanas, gravando as atividades de João de Deus. “Ela veio só fechar a entrevista”, disse. Segundo ele, o médium já havia aparecido em outro programa da apresentadora. Em 2010, repórteres da revista “O”, de Oprah, relataram no programa da apresentadora detalhes da entrevista que fizeram na época com João de Deus.

Cirurgias espirituais
O médium João de Deus faz entre 3 mil e 3,5 mil cirurgias espirituais por semana, segundo a Casa Dom Inácio de Loyola. Os atendimentos são feitos às quartas, quintas e sextas-feiras. Não há agendamento prévio e não se paga pelas cirurgias.

O local é bastante procurado por estrangeiros “Para a gente, falar com um estrangeiro é a mesma coisa que falar com um capixaba ou um nordestino”, disse Lôbo. O G1 tentou falar com o médium, mas ele estava em atendimento, segundo Lôbo.

(G1)

Anúncios