A partir de amanhã, por tempo indeterminado, os usuários da cooperativa de saúde Unimed Fortaleza ficarão sem serviços de radiologia e de diagnóstico por imagem em clínicas credenciadas. A Sociedade Cearense de Radiologia (Soceara) divulgou nota afirmando que os atendimentos eletivos aos usuários da Unimed Fortaleza estarão suspensos.

“Estando assegurada, entretanto, a realização de exames em caráter de emergência e dos pacientes hospitalizados”, segundo o texto emitido pela Sociedade. A expectativa, segundo a nota, é de que haja uma melhora na garantia de acesso à saúde depois da iniciativa.

O texto destaca que a medida é uma retaliação à imposição da operadora que, conforme a entidade, limita o número de exames de imagem. Se ultrapassado esse número, a remuneração dos médicos é reduzida, cita a Sociedade. Os valores pagos pelo exame diminuiriam em até 20%, se fossem feitos mais procedimentos do que o proposto pela operadora.

A orientação inicial é negociar, segundo o presidente da Associação dos Hospitais do Estado do Ceará, Aramicy Pinto. “A nossa orientação é negociar, procurar um acordo. Se não conseguirmos, nós nos retiramos do processo”, explica.

De acordo com informações repassadas pela assessoria de imprensa da Unimed Fortaleza, a rede credenciada é capaz de atender até duas vezes e meia o número de clientes. São 32 clínicas e mais de 380 mil clientes.

A Unimed Fortaleza disse lamentar a postura da Soceara em decidir suspender os atendimentos eletivos aos clientes da operadora. “O cliente, em hipótese alguma, pode ter limitador na hora da realização de exames”, disse a operadora por meio da assessoria de imprensa. A operadora destacou que as negociações comerciais são firmadas diretamente com as clínicas de modo individualizado, respeitando os prazos e as condições contratuais estabelecidas em acordo.

ENTENDA A NOTÍCIA

Deverão ser prejudicados com a suspensão clientes de exames de imagem (tomografia, ressonância magnética, mamografia, ultrassonografia, raios X e densitometria óssea).


Ouvidoria

Segundo orientações da Unimed Fortaleza, os clientes que se sentirem lesados e não forem atendidos a partir de amanhã deverão fazer registro para a Ouvidoria (ouvidoria@unimedfortaleza.com.br) ou pelo 0800 275 1818.

(O POVO ONLINE)