Após a violenta agressão, jovens saíram do local como se nada tivesse acontecido, segundo consta nas imagens de videomonitoramento. A polícia foi acionada e os rapazes resistiram à prisão

Karen Santiago

Um homem foi brutalmente espancado enquanto passeava com sua namorada na praça central (turística) de Embu das Artes. Dois rapazes de classe média, Wellington Rodrigues Pereira e Vinicius de Almeida, flagrados durante a agressão, foram presos logo após espancarem a vítima. Episódio tem conotação racial.

Assista abaixo ao vídeo da barbárie:

As imagens do homem sendo espancado foram gravadas pelo circuito de câmeras de videomonitoramento da cidade de Embu das Artes. A vítima de 43 anos foi abordada pelos dois rapazes com chutes e socos.

As imagens mostram a vítima tentando fugir, por aproximadamente 100 metros, mas é alcançada e jogada ao chão pelos dois agressores. A partir deste momento o espancamento é maior e após diversos chutes no rosto, no peito e na cabeça, a vítima desmaia, mesmo assim continua apanhando em quase 5 minutos de violência.

Racismo SP Ivan Embu Negro

Os jovens, após as agressões, saíram do local, como se nada tivesse acontecido, segundo consta nas imagens de videomonitoramento. A namorada do homem acionou a polícia militar que conseguiu prender os acusados, um pouco depois do local do crime.

Na Delegacia, Ivan Romano revelou que a todo o momento, durante a agressão, os agressores o chamaram de folgado, vagabundo, maloqueiro e preto amaldiçoado.

Os dois jovens resistiram à prisão e agrediram também policiais e guardas municipais porque não queriam ser algemados. Os dois foram presos em flagrante por tentativa de homicídio e se condenados podem pegar de seis a vinte anos de cadeia. A ocorrência foi registrada no Distrito Policial de Embu das Artes.

Jornal da Net com Pragmatismo Politico

Anúncios