Rio –  Dois médicos foram assaltados por um homem dentro do Hospital Federal do Andaraí, na Zona Norte, na noite desta quinta-feira. O incidente ocorreu 48 horas após quatro médicos também terem sido roubados no interior do Hospital Universitário Gaffrée e Guinle, na Tijuca. Na ocasião, assim como no último caso, apenas um homem invadiu a unidade de saúde para cometer o crime.

De acordo com a assessoria de comunicação do Ministério da Saúde no Rio, os médicos assaltados no Hospital do Andarái são residentes, recém-formados que atuam em unidades hospitalares para adquirir experiência e acumular conhecimento. Eles nada sofreram.

De acordo com policiais do 6º BPM (Tijuca), por volta das 21h30 um homem entrou no hospital e subiu até a Sala dos Médicos. As vítimas contaram aos PMs que ele estava armado com um revólver e anunciou o assalto. O bandido levou relógios, dinheiro e cordões. Ele fugiu em seguida.

Hospital vizinho ao Morro do Andaraí

Após o crime, as vítimas informaram aos policiais que iriam registrar a ocorrência apenas na manhã desta sexta-feira, após o término do plantão. Segundo um inspetor da 20ª DP (Vila Isabel), até às 2h30 elas não tinham comparecido à delegacia.

O Hospital do Andaraí fica a poucos metros do Morro do Andaraí. A comunidade foi contemplada com uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), inaugurada no dia 28 de julho de 2010.

No início da noite de terça-feira, quatro médicos foram trancados no banheiro do Hospital Gaffrée e Guinle, na Tijuca, que pertence a Universidade Federal do Rio de Janeiro. Um deles flagrou o ladrão revirando pertences no vestiário dos profissionais. Ele foi rendido pelo marginal, que estava armado com uma pistola. Outros três médicos que chegavam também foram rendidos. O bandido fugiu levando pertences das vítimas. 

(O DIA ONLINE)