Em São Paulo, o Teatro Bradesco será palco do gigantesco musical Priscilla, Rainha do Deserto. Sucesso em Londres, a produção chega ao país pouco mais de um ano após sua estreia na Broadway. A grande noite de estréia será neste sábado e a expectativa é que a versão brasileira repita o sucesso que o filme fez no país. A realização é da GEO Eventos, BASE Entertainment e Nullarbor Produções. Priscilla, Rainha do Deserto, é apresentada pelo Ministério da Cultura e tem patrocínio da Porto Seguro.

Dirigido por Stephan Elliott, o musical tem a mesma história do filme de 1994: dois gays que apresentam-se como drag queens e uma transexual partem em um ônibus para uma viagem cheia de aventuras pelo deserto Australiano. No palco, figurinos luxuosos e brilhantes, além de famosos hits que agitaram as pistas, como It´s Raining Men e I Will Survive, que serão interpretados na sua versão original, sem tradução para o português.

O espetáculo, visto por mais de 2.5 milhões de pessoas desde 2006, já esteve em cartaz em Melborne, Auckland (Nova Zelândia), Toronto, Londres, Milão e atualmente está no Palace Theatre, na Broadway, onde foi visto por quase 300 mil pessoas.

No Brasil, o elenco conta com o ator Ruben Gabira, que dará vida à transexual Bernadette, e Saulo Vasconcelos, que interpretará Bob, o mecânico que após consertar o ônibus que dá nome ao musical, passa a viajar com as três drags. A revelação do musical é o jovem Andre Torquato que, com apenas 18 anos, se apresentará com a personagem Felicia.

O Figurino conta com mais de que 500 peças e 200 perucas. A estrutura do show virá direto da Europa. Só o clássico ônibus, virá da Espanha, a um custo de R$ 1,5 milhão. O restante da estrutura vem da Inglaterra.

Mais informações: http://musicalpriscilla.com.br/

(REVISTA LADOA)

Anúncios