A Davene, uma das mais importantes empresas do mercado brasileiro de cosméticos e de produtos de higiene pessoal, entrou em processo de recuperação judicial. Com dívidas superiores a 200 milhões de reais, boa parte delas com vencimento de curto prazo, a companhia controlada pelo empresário Mauro Morizono não vinha conseguindo equilibrar suas contas desde o ano passado e, em dezembro, entrou com o pedido de recuperação, aprovado no final de fevereiro.

Entre os principais credores da Davene estão os bancos Daycoval, Bic, Santander e Bradesco. Além disso, a empresa é devedora da Receita Federal por não recolhimento de tributos. O advogado Nelson Garey foi indicado pela Justiça para assumir a administração da Davene durante o processo de recuperação e tem até o fim de abril para apresentar um plano de reestruturação.

(Marcelo Onaga – Exame Online)

Anúncios