Mais um assalto a banco foi registrado no Interior do Estado. O crime ocorreu ontem pela manhã, por volta das 11 horas, na agência do Banco do Brasil (BB) da cidade de Catarina (Região dos Inhamuns), distante 398 quilômetros de Fortaleza.

Na ação, um policial militar foi morto pela quadrilha, composta, segundo a Polícia, por pelo menos 10 homens armados com fuzis, pistolas e escopetas.

Um dos bandidos acabou preso por PMs na comunidade Cavalo Magro, próxima ao distrito de São Gonçalo.

Antes de chegar ao banco, a quadrilha, segundo o coronel PM Gomes Filho, titular do Comando de Policiamento do Interior (CPI), tomou de assalto a Delegacia de Polícia do Município, quando um dos bandidos matou com um tiro de pistola nas costas o soldado Antônio Alves Neto. Os bandidos roubaram as armas dos PMs.

Durante a ação no banco, a quadrilha roubou todo o dinheiro, cuja quantia não havia sido revelada, e fugiu em três veículos. Os bandidos levaram como refém o gerente da própria agência bancária e um médico, identificado como Wallace.

Os reféns foram libertados na comunidade São Bento. A quadrilha continuou na fuga em direção ao distrito São Gonçalo.

 

Logo após o caso, a Delegacia de Polícia de Catarina acionou a 2ª Companhia do 2º Batalhão em Iguatu e uma equipe policial seguiu para a Região dos Inhamuns para realizar diligencias e prender a quadrilha.

Perseguição

Dois helicópteros da PM foram acionados de Fortaleza e logo chegaram a Catarina. Da Capital também seguiu até Catarina o coronel Gomes Filho para acompanhar de perto as diligências, que visam a prisão de toda a quadrilha.

Gomes Filho disse ao O POVO que esse foi o terceiro assalto à agência do BB de Catarina nos últimos três anos.

Em 2009 durante um assalto ao BB um vigia foi morto. Naquela ocasião, a quadrilha fez vários disparos em algumas ruas daquela cidade.

No ano seguinte, em 3 de setembro, uma quadrilha invadiu Catarina depois de tomar de assalto o carro de um médico, além de um caminhão de uma transportadora e um Fiat de um representante comercial. Na ação, duas pessoas foram baleadas.

Na época, a Polícia informou que a quadrilha teria sido a mesma que, naquele mesmo ano, assaltou as agências do BB de Bela Cruz, Reriutaba, Monsenhor Tabosa, Piquet Carneiro, Saboeiro e Senador Pompeu.

O coronel Gomes Filho disse ao O POVO que o bandido preso na comunidade Cavalo Magro poderá ser encaminhado para a Delegacia Regional de Polícia de Tauá. Não mencionou o nome dele.

Até o fim da tarde várias equipes da Polícia ainda se encontravam na região de Catarina nas buscas ao restante dos bandidos.

ENTENDA A NOTÍCIA

Os roubos a bancos no Interior do Ceará desafiam a segurança pública no Estado. O volume desse tipo de crime tem sido enorme e as estatísticas oficiais não coincidem com informações da imprensa, da universidade e do Sindicato dos Bancários.

 (O POVO ONLINE)
Anúncios