Em visita a Fortaleza, a presidente Dilma Rousseff anunciou nesta segunda-feira (27) que três das mais importantes obras em andamento no estado do Ceará vão receber R$ 1,983 bilhão da União.  De acordo com dados divulgados pelo Ministério das Cidades, a implantação dos 12 quilômetros (km) da Linha Leste do metrô de Fortaleza está orçada em R$ 3,034 bilhões, dos quais R$ 1,6 bilhão sairão do Orçamento Geral da União (OGU), R$ 633,9 milhões virão de contrapartida do governo estadual e R$ 800 milhões serão financiados. No Orçamento, estão incluídas a aquisição de 20 trens e a construção de 12 estações subterrâneas e uma de superfície.

Outros R$ 239 milhões serão destinados para o eixo de integração entre o Açude do Castanhão e o Complexo Industrial e Portuário de Pecém e R$ 124 milhões para a construção de moradias do Projeto Vila do Mar, em área de risco da capital cearense.

“Essa Linha Leste que é do nosso mais absoluto interesse porque vai dotar, ajudar nesse processo e criar, aqui em Fortaleza, uma grande estrutura de metrô. Ela vai ter a participação do governo federal. Nós vamos colocar R$ 2 bilhões: R$ 1 bilhão vai sair do dinheiro do orçamento do governo federal e o outro R$ 1 bilhão, o governador vai tomar como financiamento”, disse a presidente em pronunciamento.

As obras do eixo de integração Castanhão-Pecém, incluídas no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), vão viabilizar melhorias nos 55,1 km que faltam para concluir a ligação de canais. O trabalho vai consumir R$ 259 milhões e deve estar terminado até junho do ano que vem. A estimativa do Ministério das Cidades e do governo do Ceará é que a obra deve beneficiar aproximadamente 4,2 milhões de pessoas.

O terceiro financiamento previsto, no valor de R$ 124 milhões (R$ 101,9 milhões da União e R$ 22,3 milhões de contrapartida estadual) será para conclusão do Projeto Vila do Mar, destinado à remoção de famílias que habitam áreas de risco, realocando-as em conjuntos habitacionais. De acordo com números da Caixa Econômica Federal, das 1.710 habitações previstas no projeto para populações de baixa renda, 264 foram entregues em outubro do ano passado. Falta concluir 1.446 habitações, além das obras de saneamento e urbanização, que deverão estar prontas até agosto de 2012.

Inicialmente, a viagem de Dilma a Fortaleza estava prevista para o último dia 6, mas teve de ser adiada porque a presidenta precisou acompanhar exames médicos da mãe, Dilma Jane.

Dilma deixará o Ceará às 18h20, com destino a Pernambuco, e deve desembarcar na Base Aérea de Recife por volta das 19h30. Na capital pernambucana, ela participará da inauguração de 480 moradias do Programa Minha Casa, Minha Vida.

(DIÁRIO DO NORDESTE)

Anúncios