Confiança. Essa sempre foi a maior característica do peso-pesado Junior “Cigano”, atual campeão do UFC e que para chegar aonde chegou passou por cima de adversários mais famosos e experientes como Fabrício Werdum, Gabriel Napão e Mirko Cro Cop.

A certeza de que pode vencer qualquer um com suas rápidas mãos é tanta que, nesta terça-feira (7), o catarinense surpreendeu ao afirmar ao jornal “A Tarde”, da Bahia, que caso enfrentasse o ex-campeão mundial de boxe Mike Tyson o resultado seria algo comum em suas lutas: o nocaute.

– O Tyson seria nocauteado, com certeza, tanto no boxe quanto no MMA. Se não acreditar em mim, se não confiar em mim, ninguém vai. Então, se rolasse uma luta com o Tyson, ele seria nocauteado [risos].

Se declarando contra a migração do americano para os combates em octógonos (ventilada pela mídia americana nos últimos dias), já que o “negócio” de Tyson é o boxe, Cigano se declarou fã do ex-pugilista e disse que seria bom vê-lo de volta.

– Sou muito fã do Tyson. Quero vê-lo lutando de novo, mas não sei se ele se sairia bem no MMA. O negócio dele é o boxe. Quero vê-lo lutando boxe.

Enquanto se recupera de uma cirurgia no joelho, Junior Cigano espera a definição do problema judicial de Alistair Overrem, seu próximo rival no UFC, que é acusado de agredir uma mulher em dezembro do ano passado em um cassino de Las Vegas.

(PORTAL R7)