“Quero alugar minha casa para a temporada na Copa. Pechincha! Garanta logo que a concorrência é grande”. É o que diz um anúncio no site http://www.olx.com.br. Quem liga se “ainda” faltam 863 dias para o início do Mundial do Brasil? O importante é aproveitar as oportunidades de negócio desde agora. Pelo menos é assim que pensam alguns cearenses como, por exemplo, o comerciante Charles Pinheiro, que colocou o anúncio acima na rede.

Ele garante que já obteve contato com estrangeiros. “Se eu não me engano eram italianos. Eles já estavam com um tradutor do lado para facilitar a conversa. Ficaram de me ligar depois. Estão pesquisando”, confirma Charles, que pretende deixar a residência livre para os clientes durante os 30 dias do mês de junho de 2014. “Vou levar a família para a casa de um parente. Vai valer a pena. Pretendo investir o dinheiro em terrenos”, diz o cearense, que deverá cobrar 15 mil. “Só estou em dúvida se será em dólar ou em euro, por conta dessa crise lá na Europa”.

Valor máximo

O imóvel dele fica no Conjunto Almirante Tamandaré, a poucos minutos do Estádio Castelão. Porém, não é o mais caro encontrado na internet. Por 20 mil euros, o torcedor estrangeiro pode alugar um outro imóvel na Cidade.

Apesar de não determinar a localização exata do imóvel, o anúncio informa que a casa é mobiliada, assim como a de Charles, e está “no bairro gastronômico (sic) de Fortaleza, portanto fica próxima de restaurantes e bares, além de farmácias, shoppings, supermercado, estação do metrô de superfície que vai até o Estádio Castelão (VLT), hospitais, praias famosas da cidade, Beira Mar (principal zona turística de Fortaleza)”.

“Atrativos”

Outro trecho interessante desse segundo anúncio é a preocupação em ressaltar a segurança. “A vizinhança é tranquila. Na maioria, são familiares que residem há mais de 20 anos no local. A rua é calma”, informa o proprietário que ainda disponibiliza 20 fotos do imóvel no site.

Uma terceira oferta vai além. Desta vez, um apartamento também disponível somente durante o mês de junho de 2014, só que por R$ 40 mil. O anúncio destaca três aspectos: o tamanho, 220 metros quadrados; a distância, “a mil metros do Castelão e a 20 Km do Beach Park”; e o conforto, “TV a cabo, DVD, internet wireless, ar condicionado em todos os quartos, todo mobiliado, com ou sem diarista”.

Em uma quarta oportunidade para os futuros visitantes de Fortaleza, mais uma vez a proximidade do Estádio chama atenção no texto. “Você vê o Castelão da varanda da minha casa”. A forma de pagamento também é explicitada. “O contrato será registrado em cartório sendo que o pagamento deverá ser efetuado da seguinte maneira: 50% no ato da assinatura do contrato e 50% quando o locatário receber as chaves do imóvel” .

Dinheiro extra

Apesar de constar o telefone de contato em todas as ofertas, só Charles Pinheiro, autor do primeiro anúncio, quis falar sobre o assunto com a reportagem.

Ele diz que vai antecipar a locação para as Copa das Confederações, em 2013. “Vai ser uma chance de fazer um teste, além de ganhar um dinheiro extra”.

Tendência

Para o presidente da Associação das Administradoras de Imóveis do Ceará (Aadic), Heron Ibiapina, a tendência é que os valores desse imóveis (locados por particulares por temporada) fiquem ainda mais elevados com a aproximação da Copa das Confederações e Copa do Mundo. No entanto, ele explica que o mercado imobiliário de Fortaleza, de uma forma geral, não deverá acompanhar esse aumento nos preços.

“Acredito que esse fenômeno não deva influenciar o mercado como um todo. Geralmente, as locações das imobiliárias são de contratos de 30 meses, regidas pela Lei do Inquilinato. Nesse caso, são pessoas físicas alugando por temporada e por um período específico: o evento Copa do Mundo”.

Heron acrescenta que desconhece os imóveis citados pela reportagem para arriscar um comentário sobre o preço do aluguel cobrado para o Mundial.

Destaques

20 quilômetros do Beach Park é o que informa uma das ofertas encontradas na rede. Além do parque aquático, distância para Castelão é enfatizada

(ILO SANTIAGO JR. – DIÁRIO DO NORDESTE)

Anúncios