O número de ataques a bancos (furtos, roubos, tentativas, saidinhas) no Ceará cresceu 300% na comparação entre janeiro de 2011 e o mesmo mês de 2012. De acordo com dados do Sindicato dos Bancários do Ceará (SEEB/CE), foram registrados oito ataques somente este mês.

Os primeiros ataques de 2012 aconteceram no dia 4 de janeiro quando duas agências foram invadidas por assaltantes. O primeiro foi realizado em Solonópole, no Interior do Ceará, quando cerca de 10 homens trocaram tiros com a Polícia enquanto outros tentavam invadir a agência do Banco do Brasil. Também durante a madrugada, um grupo de assaltantes invadiu a agência do banco Itaú, na avenida Washington Soares, em Fortaleza, e arrombou diversos caixas.

Dois dias depois dos primeiros ataques, outro grupo tentou assaltar uma agência bancária do Banco do Brasil, em Capistrano, mas o crime foi evitado por policiais. Já no dia 11 deste mês, outra agência do BB foi atacada.

Em Senador Sá, no dia 15, três homens foram presos enquanto usavam um maçarico para abrir um terminal de auto-atendimento do Banco do Brasil. Dois dias depois, um bando assaltou um caixa eletrônico do Bradesco em Mineirolândia, no município de Pedra Branca.

No último dia 24, funcionários e clientes foram feitos reféns na agência do Bradesco, na avenida Aguanambi, em Fortaleza. Neste crime, o grupo conseguiu levar cerca de  R$ 41 mil, segundo informações da PM e do SEEB/CE.

Já nesta segunda-feira (30), pelo menos oito homens armados assaltaram uma agência do Banco do Brasil, do município de Novo Oriente. Na ocasião, fizeram o gerente de refém. Segundo o Comando de Policiamento do Interior (CPI), a ação ocorreu por volta de 12h30mn. Segundo o CPI, os suspeitos portavam armas curtas e longas, como pistolas e fuzis.

Em 2011

Segundo o SEEB/CE, em janeiro de 2011 foram registrados apenas dois ataques a bancos. O primeiro foi no dia 11 daquele mês, quando dois homens tentaram roubar malotes bancários em uma “chegadinha” no Banco do Brasil de Sobral. Já no dia 14 do mesmo mês, um vigilante foi morto durante ataque a um carro forte.

(DIÁRIO DO NORDESTE, COM DADOS DO SINDICATO DOS BANCÁRIOS DO CEARÁ)
Anúncios