Assim que voltarem do recesso parlamentar, que termina no dia 2 de fevereiro, deputados estaduais cearenses devem votar a proposta de criação da Região Metropolitana de Sobral (RMS). Principal município da região Norte e uma das cidades com maior potencial econômico do Ceará, Sobral ocupa o terceiro lugar no ranking do Produto Interno Bruto (PIB) do Estado.

Composta pelos municípios de Sobral, Massapê, Senador Sá, Uruoca, Santana do Acaraú, Forquilha, Coreaú, Moraújo, Groaíras, Reriutaba, Varjota, Cariré, Pacujá, Graça, Frecheirinha, Miraíma, Meruoca e Alcântaras, a Região Metropolitana de Sobral, de acordo com a proposta, será estratégica para integrar a organização, o planejamento e a execução de serviços públicos de interesse comum desses municípios.

Será o caso das políticas públicas voltadas para o desenvolvimento econômico e social da Região, com ênfase na produção e na geração de emprego e distribuição de renda, e para a infra-estrutura econômica, que abrange comunicações, terminais, rodovias, trânsito, transportes, distribuição de água, esgotamento sanitário e destinação final do lixo.

Ainda deverão fazer parte da execução e do planejamento dos serviços públicos de interesse comum desses municípios a política da oferta habitacional, educação, saúde e segurança pública.

Projeto de lei

A proposta de criação da RMS foi apresenta desde a legislatura passada pelo deputado estadual Professor Teodoro (PSDB) e foi aprovada, à época, apenas como projeto de indicação. Agora, a expectativa é de que a proposta, de autoria do professor e do líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado estadual Antônio Carlos (PT), seja aprovada como projeto de lei. “Sobral vive uma prosperidade muito grande e já tem grau de desenvolvimento econômico suficiente para se transformar em Região Metropolitana. A criação dela não só reconhece a organização da cidade, como também vai possibilitar que o município receba do Ministério das Cidades recursos previstos para esse tipo de região”, explica Teodoro.

Segundo o parlamentar, a Universidade do Vale do Acaraú (UVA), cuja sede é em Sobral, recebe diariamente 10 mil alunos por dia de 40 municípios vizinhos, assim como a Santa Casa de Misericórdia atende pacientes de toda a região Norte do Estado. “Num primeiro momento, com a criação da região, Sobral iria ser o mais beneficiado financeiramente, mas, com o tempo, o desenvolvimento se expandiria para outros municípios”, pontua o parlamentar.

ENTENDA A NOTÍCIA

Deputados estaduais que apresentaram a proposta de criação da RMS apostam no desenvolvimento dos municípios e na melhoria dos serviços públicos, como ocorreu na Região Cariri, após criação de sua RM.

Serviço

Volta do recesso parlamentar da Assembleia Legislativa do Ceará

Quando: 2/2

Mais informações: 3277.2500

(Ranne Almeida, do O Povo Online)