Dos 2.755 bacharéis inscritos no Ceará para o V Exame de Ordem, 730 foram aprovados, de acordo com a seção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) no estado. O índice de aprovação foi de 26,49% em relação ao número de inscritos no Ceará. Oresultado do exame foi divulgado nesta quinta-feira (12).

Segundo a OAB-CE, 2,5% dos bacharéis que realizaram o V Exame de Ordem e 2,8% dos aprovados na prova se inscreveram no Ceará.

“Foi mais fácil que imaginava”
O servidor público Alexandre Aquino, 33 anos, conseguiu aprovação na segunda vez em que tentou o exame da OAB. “Foi mais fácil do que imaginava. Meus amigos sempre falaram que era muito difícil passar”, afirma o aprovado. Alexandre se formou em Direito pela Universidade Federal do Ceará (UFC), em 2010, e decidiu adiar a realização do exame para dedicar-se ao emprego público e descansar do ritmo dos últimos semestres da faculdade. “Vinha de um ritmo exaustivo de estudos e decidi parar um pouco para quebrar a rotina da faculdade”, explica.

Após a pausa, Aquino decidiu tentar o exame em agosto de 2011, mas deixou de ir para a segunda fase por três décimos. No fim do ano, Alexandre conseguiu passar para a segunda fase estudando apenas em casa. “Dedicava três horas diárias para o estudo. Não era muito porque vinha em um bom ritmo na faculdade”, diz. Na segunda fase, ele procurou um curso preparatório e aumentou a rotina de estudo para seis horas. “A segunda fase exigiu mais conhecimento”, conta. Com a aprovação, o servidor público pensa em usar o título de advogado para tentar outros concursos. “Vou continuar meus planos na área jurídica”, afirma.