Apontado como um dos maiores agiotas que atuam na regiões Norte e Noroeste do estado do Rio, Ailson Bastos Guimarães, o Nango, 52 anos, foi preso por policiais da 148ª DP  (Italva), em cumprimento a mandado de prisão temporária, expedido pela Justiça daquela município.

Durante as buscas realizadas na casa de Nango, os agentes encontraram diversos cheques e notas promissórias, que, somados, atingem valores de cerca de R$ 3 milhões.  

Os policiais também descobriram mais de 100 vítimas nas Regiões Norte e Noroeste do Estado, e  algumas chegavam a dever mais de R$ 300 mil ao agiota. 

No imóvel também foram apreendidas escrituras de imóveis em que as vítimas colocavam o agiota como promitente comprador.

Segundo as informações, Nango emprestava dinheiro e cobrava juros exorbitantes e, em pouco tempo, uma dívida de R$ 3 mil  podia alcançar a cifra  de R$ 25 mil. Quem não pagava era ameaçado. Segundo os agentes, o criminoso chegou a tentar matar uma de suas vítimas.

Nango  possui diversas passagens pela policia, inclusive uma tentativa de homicídio contra uma de suas vítimas, que se negou a pagar os juros exorbitantes cobrados pelo autor da extorsão.

O titular de Italva, delegado Gustavo Valentini, disse que  as investigações serão intensificadas e, espera, que a prisão do autor, outras vítimas compareçam a delegacia para denunciar a prática deste tipo de delito na região.

(JORNAL DO BRASIL ONLINE)