WALDEMIR CATANHO

Aproveitando a reunião de jornalistas ontem, na Câmara Municipal, seu presidente desvendou o segredo PT na sucessão

O secretário de articulação governamental da Prefeitura de Fortaleza, Waldemir Catanho é o nome que o Partido dos Trabalhadores (PT) irá apresentar como pré-candidato à sucessão da prefeita Luizianne Lins (PT) nas eleições municipais do próximo ano. A informação foi passada pelo presidente da Câmara Municipal e membro do diretório estadual do PT, vereador Acrísio Sena, ontem, durante uma entrevista coletiva.

Ele afirmou que Catanho é a indicação que contempla a maioria da agremiação e tem a preferência da presidente estadual do partido, a prefeita Luizianne Lins. De acordo com ele, até o dia 5 de janeiro, Luizianne deve apresentar a decisão para o governador Cid Gomes, presidente do Partido Socialista Brasileiro (PSB), no Ceará, e principal aliado do PT na Capital. A apresentação do nome nessa data se dará por conta da viagem que o governador fará para os Estados Unidos, ainda esta semana e depois iniciará um período de férias.

Ainda, de acordo com Acrísio Sena, a ratificação da indicação de Catanho como o prefeiturável do PT acontecerá até o fim da primeira quinzena de janeiro. Para ele, o nome de Catanho foi posto pela Executiva do partido e tudo já estaria encaminhado para ser oficializado pelos correligionários.

Apoio

Acrísio afirmou ainda que vai trabalhar, junto com a prefeita, para a construção do nome do gestor até a Prefeitura de Fortaleza. “Como dirigente do PT, eu posso dizer que o nome colocado é o do Catanho e ele tem o meu apoio. A prefeita ficou de conversar com o governador antes do dia 5 de janeiro, mas o nome da maioria do partido é o de Catanho. Nosso pré-candidato é ele”, ressaltou Acrísio Sena, afirmando ainda que estará na “batalha” para eleger seu correligionário.

O vereador informou ainda que não existirá a necessidade de haver prévias no partido, com o nome de Catanho apresentado, o que só deverá acontecer, caso não haja consenso entre os aliados na indicação apresentada por Luizianne. Acrísio discordou ainda de que as recentes movimentações dos petistas em mostrar suas atividades, sendo no Legislativo ou no Executivo, tenham sido motivadas pela recente pesquisa de aprovação dos gestores estaduais, que mostra Cid Gomes, como o terceiro melhor avaliado, no País, com 69% de avaliação da população.

Em momento algum, durante a entrevista coletiva, o presidente da Câmara colocou seu nome como outro pretenso candidato à eleição de 2012, salientando sempre ser Catanho o escolhido do PT. Questionado sobre a possibilidade do fim da aliança entre PT, PSB e PMDB, o parlamentar disse que há uma vontade de manter a coligação, no entanto, o Partido dos Trabalhadores não abrirá mão de ter seu candidato à Prefeitura de Fortaleza.

“São 16 partidos aliados, e o sentimento do PT é manter a união de todos os partidos que estão com a gente desde 2004. Mas o PT estará com candidato sob qualquer conjuntura que seja apresentada”, salientou.

Câmara

Acrísio afirmou também que a produção legislativa da Câmara poderá ser afetada por conta das eleições do próximo ano, mas, segundo ele, os parlamentares poderão utilizar a tribuna da Casa para debaterem os problemas da cidade. “Não vejo lugar melhor para se discutir isso do que a tribuna da Câmara”.

Ainda segundo informou, todos os pré-candidatos à Prefeitura serão convidados a apresentar suas propostas no plenário da Câmara, para que, com isso, possa aproximar as ideias dos postulantes ao cargo de prefeito de Fortaleza com o Legislativo e a população.

(DIÁRIO DO NORDESTE)

Anúncios