Na esteira da exoneração do vice-presidente Allan Toledo (Atacado, Negócios Internacionais e Private Bank), o Banco do Brasil promoverá uma dança das cadeiras em sua cúpula, que tem à frente Aldemir Bendine.

Para o lugar de Toledo irá Paulo Rogério Cafarelli, atualmente na vice-presidência de Varejo. Cafarelli será substituído por Alexandre Abreu, hoje responsável pela rede de agências do BB. Por fim, o cargo de Abreu passará a ser exercido por Dan Conrado, atual diretor do banco em São Paulo.

A saída de Toledo –retirado do cargo pelo Conselho de Administração do BB seguindo recomendação da diretoria– ocorre enquanto o banco busca crescer na América Latina.

No banco há 29 anos, Toledo esteve à frente da operação internacional do BB nas aquisições do argentino Banco da Patagônia e do Eurobank, dos Estados Unidos.

Caffarelli, que também está há muitos anos no banco, tem em seu currículo a supervisão da rápida expansão do BB em seguros, resseguros e no segmento de cartões nos últimos três anos.

(FOLHA ONLINE)

Anúncios