A onda azul invadirá Fortaleza, hoje, e mais cinco cidades do interior cearense. A rede paulistana Magazine Luiza assume, definitivamente, sua marca no estado, substituindo a das Lojas Maia que há mais de 20 anos era uma das referências em eletrodomésticos e móveis no comércio varejista local.

Para destacar a marca, alguns produtos serão comercializados com até 60% de desconto. “Somos fortes em promoção em todas as cidades que chegamos e daremos esses descontos em pleno Natal”, afirmou Luiza Helena Trajano, presidente da Magazine Luiza.

Luiza anunciou, ontem, que 15 das 18 lojas presentes no estado deixarão o laranja e verde da rede das Casas Maia para assumir não só a marca, mas também o novo layout e mobiliário nas unidades, introdução de novos setores e um mix mais amplo de produtos. “Teremos cerca de 30% a mais de linha de outros produtos, além daqueles que já eram vendidos nas Casas Maia, como brinquedos e utilidades domésticas, móveis e a linha marrom (aparelhos de TV, som e eletroeletrônicos), principalmente telefonia que será muito forte”, disse a empresária.

Luiza Trajano também destacou que as lojas terão uma forma diferente de exposição das mercadorias, onde o cliente poderá tocar e testar os produtos, eliminando a barreira do vidro nos expositores.

Para assegurar essa transformação, algumas lojas permaneceram fechadas por até uma semana. “O faturamento que deixamos de obter quando estivemos fechados é, geralmente, recuperado na reinauguração. Nas duas lojas em que isso aconteceu, quando abrimos, o faturamento chegou a ser até 30% superior ao dobro do que obtivemos quando adquirimos a marca Casas Maia. A expectativa para o Ceará deve ser a mesma”, aposta.

Fidelidade

No Ceará, a rede contabiliza 500 mil clientes fiéis que têm crediário nas lojas. No Nordeste, a rede possui 3 milhões de clientes. No total de clientes em todo o país (26 milhões de clientes), o estado representa 5% da base total do Magazine Luiza, segundo Marcelo Maia, diretor da rede para o Nordeste.

A expansão da rede até 2013 já está desenhada. Segundo Luiza Trajano, a previsão é a rede Magazine Luiza ter 200 lojas no Nordeste (hoje, são 139 lojas) até 2013. Na próxima segunda-feira, mais três lojas serão inauguradas na Bahia. O Ceará deverá passar de 18 para 30 lojas nos próximos quatro anos.

“O Brasil cresceu nos últimos anos com a distribuição de renda, especialmente no mercado nordestino, que tem demonstrado um grande potencial. Nosso desafio é continuar crescendo sem perder a nossa essência de simplicidade, transparência, valorização e respeito às pessoas”, afirmou Frederico Trajano, diretor de vendas e marketing da rede.

O faturamento da rede, em 2010, chegou a R$ 5,3 bilhões, mas previsões futuras não são mais permitidas porque a empresa abriu seu capital. “Nossas ações sofreram uma queda na Bolsa, mas isso ocorreu com todo o mercado por causa da crise. Estamos confiantes que a situação irá melhorar”, concluiu a empresária.

ENTENDA A NOTÍCIA

Quinze das 18 lojas da rede Magazine Luiza/Casas Maia, no Ceará, migrarão hoje, definitivamente, para uma única marca: Magazine Luiza. A onda azul, como está sendo chamada essa mudança, já ocorreu em Pernambuco, Alagoas e, agora, no Ceará. Os demais estados só em 2012.

(Rebecca Fontes – O Povo Online)