IGREJA MATRIZ - VIÇOSA DO CEARÁ/CE

Contar a história da cidade de Viçosa do Ceará – distante 365 quilômetros de Fortaleza – a partir de relatos de historiadores e da pesquisa de documentos históricos. Essa é a proposta do livro Viçosa do Ceará sob um olhar histórico. “O livro reúne a visão de vários historiadores que visitaram Viçosa, como Barão de Studart, Álvaro Gurgel de Alencar, Carlos Studart Filho e Padre Antônio Vieira”, diz Gilton Barreto, autor do livro.

ENTARDECER EM VIÇOSA DO CEARÁ
LAGOA DOM PEDRO II - VIÇOSA/CE
FESTIVAL MEL, CHORINHO E CACHAÇA

Gilton informa que, em 1590, os primeiros franceses estabeleceram-se no local. Em 1604, começaram a chegar os jesuítas, com o objetivo de realizar a catequese dos índios. Inicialmente, o lugarejo era chamado de Vila Viçosa Real das Américas. Outros nomes foram utilizados até que, em 1943, decidiu-se por adotar o nome Viçosa do Ceará.

Segundo Gilton Barreto, a cidade possui 72 casarões tombados e é considerada uma das primeiras vilas do Ceará. O Teatro Pedro II, por exemplo, é tido como o segundo mais antigo. Foi inaugurado em 1911, um ano após o Theatro José de Alencar, em Fortaleza.

O livro também faz um resgate da cultura e da arte no município e traça detalhes da geografia do lugar. Em alguns distritos localizados no sertão, “há a produção da tradicional cachaça viçosense”, relata Gilton. Na parte serrana, há o cultivo de flores e da pimenta-do-reino, além da conhecida produção de licores e doces.

Na capa do livro, há uma gravura do artista plástico Ernane Pereira, que retrata a Vila Viçosa no ano de 1860. O desenho original foi encontrado na Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro, e é de autoria do botânico Freire Alemão. Nele, é possível ver a primeira igreja com algumas casas ao redor. Ao fundo, está o chamado Morro do Céu. No livro, há outras 500 fotos da cidade.

A publicação também traz histórias de lendas que já correram à “boca miúda” em Viçosa. Uma delas envolve um sítio chamado Lajes. No local, há muitas pedras com forma de gente e animais. Reza a lenda que, antes, o local fazia parte de um reino, onde vivia um rei e uma princesa. Eles eram adorados pelos súditos.

A história muda de rumo com a chegada de um padre estrangeiro, por quem a princesa se apaixona. A notícia do romance deixou a população revoltada. Uma feitiçaria foi preparada para transformá-los em pedras. O problema é que o feitiço saiu forte demais e todos os membros da comunidade foram petrificados. Essa e outras lendas foram colhidas em manuscritos encontrados.

O livro Viçosa do Ceará sob um olhar histórico deverá ser lançado em agosto de 2012. O trabalho de pesquisa foi iniciado em 2006. Gilton Barreto também é autor do livro História, fatos e fotos de Viçosa.

ENTENDA A NOTÍCIA

O livro Viçosa do Ceará sob um olhar histórico faz um resgate da história da cidade a partir de relatos já feitos por historiadores e de documentos guardados por famílias do município. A história da cidade começa em 1590, com a chegada dos primeiros franceses.

(Geimison Maia – O Povo Online)