O Exército do Irã declarou ontem ter derrubado no Leste do país um avião-espião sem piloto dos Estados Unidos e que teria violado o espaço aéreo nacional. Foi o que informou uma fonte militar à televisão estatal de Teerã, Al-Alam. O modelo da aeronave foi identificado como RQ-170 Sentinel, de reconhecimento de alta altitude, cuja existência, revelada em 2009 pela imprensa só foi admitida no ano passado pela Força Aérea norte-americana.

A fonte acrescentou que a reação do Irã à violação de seu espaço aéreo não se limitará às suas fronteiras. Al-Alam deixou de informar onde e quando o aparelho foi derrubado.

A Agência Fars, semioficial de notícias, confirmou a informação e declarou que o avião-robô agora está sob poder das Forças Armadas iranianas. Em julho, foi divulgado em Teerã que tinha sido abatido outro avião-espião sem piloto dos EUA, perto da cidade santa de Qom, nas proximidades da instalação nuclear de Fordu.

Relações abaladas

Os iranianos têm travado uma disputa com os norte-americanos e seus aliados devido ao programa nuclear iraniano. Depois de a Grã-Bretanha, os EUA e o Canadá imporem no dia 21 de novembro novas sanções financeiras ao Irã, o Parlamento em Teerã aprovou uma lei para reduzir suas relações com Londres ao nível de negócios, o que significou a expulsão do embaixador britânico.

Manifestantes convocaram, no dia 29, uma concentração em frente à Embaixada do Reino Unido em Teerã para protestar contra as sanções, que terminou com o ataque à representação.

Os militantes destruíram as dependências e mantiveram retidos diplomatas da Embaixada durante horas, o que só terminou com a intervenção da Polícia iraniana para libertar os reféns e retirar os jovens envolvidos no protesto. No dia seguinte, os britânicos retiraram sua equipe diplomática do Irã. O governo de Londres ainda deu 48 horas aos diplomatas iranianos para deixarem seu território e fecharem sua sede. (das agências de notícias)

ENTENDA A NOTÍCIA

Os EUA recorrem frequentemente a aviões não tripulados para atacar insurgentes no Iraque e no Afeganistão. Em julho, o Irã informou que derrubou um desses nas proximidades da instalação nuclear de Fordu.

(O POVO ONLINE)

Anúncios