Pela primeira vez um brasileiro venceu uma luta do The Ultimate Fighter, o reality show promovido pelo UFC. 

Em sua décima quarta edição, o programa reúne a equipe de dois lutadores conhecidos do UFC, que são responsáveis por ensinar táticas a seus pupilos e se enfrentam em um desafio final. Os mestres dessa edição foram os americanos Michael Bisping e Jason Miller, que começou melhor o primeiro round, mas gastou muita energia nos primeiros cinco minutos. Bisping foi melhor nos períodos seguintes, acertou mais socos, e conseguiu vencer por nocaute técnico, quando o árbitro interrompe o confronto, no terceiro round.

Na segunda luta principal da noite, Diego Brandão, apelidado de Ceará, finalizou o americano Dennis Bermudez e conquistou contrato na categoria peso-pena. Fã assumido de Wanderlei Silva, o brasileiro entrou no octógono com a música Sandstorm, que fez fama com Wanderlei, e começou melhor, tomando o cetro do octógono, mas chegou a cair em alguns momentos. Faixa preta em jiu-jitsu, o lutador, que precisou de seis minutos para vencer as três primeiras lutas do reality do show, sucumbiu em alguns socos, mas encaixou uma bela chave de braço (torceu o braço e obrigou o adversário a desistir da luta). Dana White entrou no octógono parabenizando o novo contratado do UFC.
Em uma decisão complicada do famoso árbitro Hearb Dean, John Dodson finalizou T.J. Dillashaw, que parecia ter condições de continuar o confronto, mas Dean preferiu interceder o duelo. Dodson sagrou-se campeão da categoria peso-galo e conseguiu um contrato com UFC, com direito aos parabéns do presidente Dana White. 
(UOL)