O superintendente estadual do Banco do Nordeste no Piauí, José Agostinho de Carvalho Neto, sofreu duas paradas cardiorrespiratórias no último domingo e não resistiu, acabou falecendo na manhã desta segunda-feira (31) em Fortaleza, no Ceará. Ele estava internado desde a última sexta-feira (28) no Hospital Monte Klinikum.

Segundo a assessoria do banco em Teresina, o superintendente estava à frente do BNB do Piauí desde 2005 e estava de licença médica na capital cearense. 
O gerente do BNB, Diogo Martins, confirmou ao CidadeVerde.com que Agostinho sofreu morte cerebral após duas paradas cardiorrespiratórias e estava em coma induzido em estado grave. 
“Estamos todos com um sentimento triste porque ele é uma pessoa muito querida aqui no banco. O primeiro superintendente do Piauí quando (a administração) se desmembrou do Maranhão. O banco cresceu muito na gestão dele. Ele é um grande colega e bastante respeitado”, declarou.  
Agostinho era maranhense da cidade de Codó (MA) e lutava contra um câncer no aparelho digestivo. Corpo será trazido à Teresina onde deve ser velado e sepultado em Teresina.

Biografia

José Agostinho de Carvalho Neto foi admitido no Banco do Nordeste em março de 1982 para trabalhar na área técnica, tendo atuado no Ceará e Maranhão. Em 1993 veio morar em Teresina para compor a equipe da Central de Apoio Operacional. Permaneceu na gerência até fevereiro 2005, de onde saiu para a então criada Superintendência do Banco do Nordeste para o Estado do Piauí, na qual permaneceu como superintendente até hoje.

Carlos Lustosa Filho

(TV CIDADE VERDE)