A Fifa anunciará às 12h30 (de Brasília), após reunião do Comitê Executivo da entidade, em Zurique, na Suíça, que o estádio em Itaquera, em São Paulo, será palco da abertura da Copa 2014 e de outros cinco jogos (incluindo uma das semifinais). Fato já aguardado: há festa programada no local com a presença do ex-jogador Ronaldo e do presidente do Corinthians Andrés Sanchez, além do governador Geraldo Alckmin e do prefeito Gilberto Kassab. Com isso, a surpresa maior ficará por conta de Fortaleza: bateu Porto Alegre na disputa para ser uma das sedes da Copa das Confederações 2013.

A capital cearense – que será confirmada nesta quinta como quatro das cinco sedes, ao lado de Rio, Belo Horizonte e Brasília (Salvador e Recife disputam a última vaga) – aproveitou as falhas dos gaúchos para garantir seu lugar. Enquanto o Internacional sequer assinou o contrato com a Andrade Gutierrez, empreiteira que tocará a obra de modernização do Beira Rio, os trabalhos no Castelão seguem em bom ritmo, com 44% das intervenções no estádio já concluídas.

A confiança é tanta que até um telão foi instalado no Castelão. A iniciativa pretende estimular o trabalho dos operários, de modo que se sintam também vitoriosos pela conquista. Cid Gomes, governador do Ceará, recebeu convite para estar presente ao anúncio, mas será representado por Ferruccio Feitosa, secretário estadual da Copa-2014. Todos os governadores das cidades que receberão jogos na Copa das Confederações também foram chamados.

Porto Alegre não terá representante na cerimônia. Mostra que a cidade está descartada das Confederações mesmo que a Fifa opte por seis cidades. Nesta quarta, José Fortunati, prefeito, e João Vaz, secretário municipal da Copa, passaram horas reunidos a portas fechadas.

O prejuízo da exclusão ultrapassa o aspecto político. Ao ver o Uruguai conquistar a Copa América em julho e garantir vaga na Copa das Confederações de 2013, a cidade vislumbrou a possibilidade de receber turistas vizinhos ao longo do torneio. Com o anúncio de hoje, lamenta a perda de turistas e dinheiro.

(Lancepress)

 

Anúncios