A influente revista inglesa Art Review elegeu o chinês Ai Weiwei o artista mais poderoso de 2011. A escolha mostra como sua fama cresceu após sua prisão em Pequim, em abril.

Ele ficou preso por 81 dias, levantando uma onda de protestos ao redor do mundo.
Segundo a revista, suas atividades “lembraram colegas e o mundo do fato de que a liberdade de expressão é um direito básico de qualquer ser humano”.

Weiwei é reconhecido internacionalmente por ajudar no desenho do estádio olímpico de Pequim, construído para os Jogos de 2008, e conhecido como “Ninho do Pássaro”.

(AP)

Anúncios