Fonte: Contraf-CUT com Fetrafi-RS e Seeb Passo Fundo

O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 4º Região cassou a liminar de interdito proibitório obtida pelo Itaú contra o Sindicato dos Bancários de Passo Fundo, no interior do Rio Grande do Sul. Com isso, a entidade restitui o direito de greve aos bancários do Itaú da cidade.

O Sindicato, seguindo orientação e calendário nacional de luta iniciou a greve no dia 27 de setembro, com uma grande adesão nos bancos públicos e privados.

Segundo a diretoria da entidade, até o momento a greve na base de Passo Fundo tem transcorrido com normalidade, com exceção do Itaú, que, utilizando meios jurídicos e faltando com a verdade dos fatos, obteve em primeira instância uma liminar de interdito proibitório.

“A decisão foi arbitrária e cerceou o direito de greve da categoria que somente está lutando por seus direitos e uma condição salarial digna, diante de um empregador que anualmente vê os seus lucros aumentarem em contrapartida à exploração de seus trabalhadores”, explica o diretor do Sindicato e titular da Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Itaú, Carlos Henrique Niederauer (Todinho).

O sindicato prontamente recorreu à liminar injusta através de um mandado de segurança, restabelecendo o direito de greve.

Anúncios