Fonte: Contraf-CUT

A agência Centro do Bradesco em Dourados convocou os bancários para chegarem de madrugada na segunda-feira, 3 de outubro, e trabalharem trancados no cofre da unidade em mais uma tentativa de furar a greve nacional da categoria. O caso pode ser enquadrado como cárcere privado, já é recorrente e foi denunciado à Justiça do Trabalho pelo Sindicato dos Bancários de Dourados.

“Os funcionários são explorados e assediados moralmente, inclusive com atitude como essa. Mais uma vez, o Sindicato acabou com a fraude arquitetada pela administração da agência e exigiu a imediata saída dos funcionários”, afirma Joacir Rodrigues, diretor de imprensa do Sindicato.

O dirigente sindical ressalta que “os bancários estão lutando contra um sistema financeiro nefasto que chega perto da extorsão de toda a sociedade, com lucros e tarifas abusivas. O Bradesco sozinho lucrou R$ 5,487 bilhões, apenas no 1º semestre deste ano”, conclui.

Fonte: Contraf-CUT, com Joacir Rodrigues – Seeb Dourados