O empresário Eike Batista é o único brasileiro na lista das 50 pessoas mais influentes nas finanças globais, publicada na última edição da revista Bloomberg Markets. O presidente do grupo EBX aparece ao lado de nomes como Ben Bernanke, presidente do Fed (o banco central americano), Christine Lagarde, primeira mulher a comandar o Fundo Monetário Internacional, além de empresários como Steve Jobs, fundador da Apple, e Carlos Slim, o homem mais rico do mundo.

A revista afirma que os nomes presentes na lista são “aqueles cujos comentários movem mercados; cujos negócios determinam o valor de companhias e títulos; cujas ideias e políticas dão forma a corporações, governos e economias”. A publicação destaca ainda que prefere elencar aqueles que têm mais importância no momento atual, não os que mais influenciaram historicamente as finanças globais.

Na última lista de bilionários da Forbes, divulgada em março, Eike Batista aparece como o oitavo homem mais rico do mundo, com uma fortuna estimada em US$ 30 bilhões (R$ 54 bilhões). O montante, contudo, era reflexo da valorização das ações lançadas pelas empresas do magnata – e alguns desses papéis tiveram grandes perdas ao longo do ano. As ações da OGX Petróleo, por exemplo, caíram 42,5% desde janeiro. No mesmo período, os papéis da mineradora MMX tiveram perdas de 37,22%.

Também aparecem na lista Warren Buffett, megaempresário que comanda a Berkshire Hathaway; George Soros, investidor que recentemente anunciou uma aposentadoria relativa; e Paul Krugman, professor da Universidade de Princeton e vencedor de um prêmio Nobel de Economia.

(Ig Economia)

Anúncios