Os professores da rede estadual de ensino fazem um ato público na tarde desta segunda-feira (3), no Palácio da Abolição, para protestar contra a mensagem do governador Cid Gomes sobre o piso salarial para docentes de nível médio. De acordo com o sindicato Apeoc, a concentração começou desde as 14 horas na Assembleia Legislativa do Ceará, com saída em passeata até o Palácio da Abolição.

O movimento contou com a participação de cerca de 10 mil professores municipais, universitários e demais categorias. Nesta terça (4), às 11 horas, haverá reunião do Comando de Greve na sede da CUT (Central Única dos Trabalhadores do Ceará) e, às 15 horas, uma Assembleia Geral no Ginásio Paulo Sarasate. O objetivo é definir nos rumos da greve.

Manifestações

Os grevistas prometem mais manifestações nesta semana para pressionar o governador a não sancionar a mensagem do governador Cid Gomes – aprovada pelos deputados estaduais – sobre o piso salarial para docentes do nível médio.

Em greve desde o último dia 5 de agosto, os professores tiveram um momento tenso na última quinta-feira (29), quando professores e Batalhão de Choque entraram em confronto na Assembleia Legislativa.

Após assembleia realizada na última sexta-feira (30), foi decidido pela continuação da greve e desocupação da Assembleia.

(Portal Verdes Mares)