O lucro líquido do Grupo Prada, que é dono das marcas Prada, Miu Mil e Church’s, aumentou 75% no primeiro semestre, totalizando 179,5 milhões de euros, ou o equivalente a R$ 440 milhões.

A marca de artigos de luxo de Milão, que lançou ações na bolsa de Hong Kong em junho, registrou um forte aumento nas vendas nos países da Ásia, região que se transformou no maior mercado para a grife italiana, segundo informou o jornal Financial Times.

Os números superaram as expectativas dos analistas e mostram que a indústria de artigos de luxo não deu sinais de ter sido afetada pela crise mundial. O HSBC estima que a demanda por produtos de luxo irá crescer 15% neste ano e 11% em 2012.

O Grupo Prada afirmou que abriu 29 lojas nos últimos seis meses, elevando o número de filiais próprias para 358. A empresa anunciou ter planos de chegar até 2013 a 550 lojas, sendo a metade delas na região da Ásia-Pacífico, e que prevê novas aberturas na América Latina, Rússia e países do Golfo Pérsico.

(Ig Economia)

Anúncios