São Paulo — A NASA divulgou um comunicado informando que, embora não saiba ainda exatamente onde seu satélite UARS cairá, já tem uma certeza: não há risco de queda em solo Norte-Americano.

O equipamento, que pesa 6,5 toneladas, foi colocado em órbita em 1991. Após 14 anos de funcionamento medindo ozônio e outras substâncias da atmosfera, ele foi aposentado e passou a perder altitude, puxado pela gravidade terrestre.

Há semanas a NASA vem alertando que o satélite de 10,6 metros de comprimento e 4,5 metros de diâmetro deve entrar na atmosfera nesta sexta-feira (hoje). Embora a maior parte dele seja incinerada na queda, até 26 peças, com um peso total de 500 quilos, poderão sobreviver e cair em algum lugar do planeta.

O local estimado da queda abrange praticamente todo o globo, mas a NASA afirma que a probabilidade de um acidente é baixa: a chance é de uma em 3.200 que uma peça atinja uma pessoa.

Embora tenha informado que o UARS deve cair na tarde ou começo da noite de hoje, a NASA diz desconhecer o local de impacto. A única certeza, segundo ela, é a de que ele não estará sobrevoando a América do Norte no período – o que livra os Estados Unidos e os outros países do continente do risco.

(Portal Exame)