A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) reuniu um grupo de professores para estudar a viabilidade de inclusão de questões do eixo fundamental de Direito, que incluem disciplinas como filosofia, psicologia e sociologia jurídica. Segundo a OAB, esta possibilidade sempre existiu (o uso dos conteúdos é facultativo), mas, até agora, não conseguiu ser implementada.

O secretário geral da OAB, Marcus Vinícius Furtado Coelho, explica que a possível mudança no exame vai ser estudada por um grupo de docentes que, no início do próximo ano, dirá se a inclusão de algumas questões – que não são do eixo profissionalizante – é viável ou não. Além disso, um banco de dados terá de ser construído. “Não vamos implementar (a mudança) de qualquer jeito”, destacou.

De acordo com Coelho, a ideia é uma das principais sugestões dos professores de Direito para melhorar a prova. Muitos deles veem na ausência dessas disciplinas uma falha no exame.

“Esses conteúdos não estão diretamente relacionados com a profissionalização, mas têm um papel importante na formação dos profissionais”, lembrou Coelho.

(Portal Terra)

Anúncios