A Miss França, Laury Thilleman, disse em entrevista à revista francesa “Premiere”, que a realização do Miss Universo 2011 no Brasil favoreceu a vencedora Leila Lopes, Miss Angola.

“O fato de o concurso ter acontecido no Brasil certamente ajudou”, afirmou a miss insinuando que o favorecimento teria sido devido ao Brasil e Angola serem colônias portuguesas.

Laury, que ficou entre as dez finalistas, disse que não teve muito contato com a angolana. “Eu não a via muito”, disse. “Ela era muito discreta e estava sempre de jeans e sem maquiagem. Não sei muito sobre o temperamento dela”.

Ela disse ainda que a vitória de Leila Lopes “foi uma surpresa para todas” e que “muitas das meninas fizeram um grande esforço que não foi recompensado”.

(Portal do Sidney Rezende)