O ex-deputado federal Ciro Gomes (PSB) foi condenado pela Justiça paulista a pagar indenização de R$ 100 mil ao senador Fernando Collor de Mello (PTB-AL). Para o magistrado, Ciro maculou a honra do senador alagoano, quando, em entrevista, chamou Collor de ”cheirador de cocaína”, ”playboy” e ”safado”.  Da sentença cabe recurso ao Tribunal de Justiça.

O valor da condenação seria suficiente para compensar o senador Fernando Collor pela ofensa sofrida e para por um freio na conduta do ex-ministro e ex-deputado federal Ciro Gomes, afirmou o juiz Marcos Roberto de Souza Bernicchi, da 5ª Vara Cível Central da Capital.

”Não existe qualquer dúvida de que tais expressões tenham sido proferidas com intenção clara de ofender o autor, mesmo porque escapam plenamente a qualquer campo do debate político e ingressam em seara pessoal que jamais deve ser exposta”, disse o juiz. As informações são do site Consultor Jurídico.

 A assessoria do ex-deputado Ciro Gomes disse que ele já recorreu da decisão judicial. Ciro está viajando para o exterior.

(O Povo Online)