O lutador de taekwondo Murilo Penitente, de 20 anos, morreu na noite desta segunda-feira enquanto fazia aquecimento para treinar no Yara Clube de Marília, no interior de São Paulo, vítima de um ataque cardíaco, segundo o jornal Correio Mariliense.

O jovem voltava a treinar depois de ter ficado afastado por um problema na coluna e segundo o seu avô Valdelício Beneti, com quem morava, ele chegou a ter sopro no coração, mas fez tratamento e foi liberado para voltar a lutar.

Atletas que estavam juntos ao lutador contaram que ele foi beber água logo após se aquecer para o treino e acabou caindo com o rosto no chão ao voltar para o tatame.

“Ele foi ficando muito roxo. Tentaram fazer respiração boca a boca e massagem cardíaca, mas não adiantou e ele morreu. Eu nunca vi ninguém passar mal em um treinamento e nem em competição igual a ele”, conta a estudante Mayara Tolentino, de 16 anos, que estava treinando também no momento.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para atender Murilo, mas quando chegou o atleta já estava morto. A Polícia Civil vai abrir um inquérito para investigar as causas da morte do atleta.

(Uol)