Sem o controle da Prefeitura do Rio de Janeiro e da Câmara Municipal, o ex-prefeito Cesar Maia pretende disputar uma vaga de vereador, nas eleições 2012, para salvar o combalido DEM e enfrentar a hegemonia do PMDB. Cesar quer recuperar o poder político na capital e pretende ser o puxador de votos do partido — que já foi a bancada majoritária da Casa e hoje ocupa apenas cinco das 50 vagas.

O ex-prefeito não estará sozinho na briga. O PV aposta no lançamento da candidatura do ex-deputado Fernando Gabeira para encabeçar a lista de candidatos. Sem descartar o convite, o verde estipulou dezembro como prazo para anunciar se aceita a empreitada.

Já o prefeito Eduardo Paes (PMDB) se movimenta para distribuir seu grupo por vários partidos, não necessariamente de sua base. Hoje, Paes controla a Câmara e tem conseguido o apoio até de vereadores do DEM, principal sigla de oposição.

Cesar Maia disse que concorrerá a vereador, desde que as projeções das pesquisas apontem para uma vitória com mais de 200 mil votos. Com essa votação, ele conseguiria eleger pelo menos quatro vereadores.

– Caso nossas projeções eleitorais indiquem a possibilidade de minha candidatura a vereador eleger mais quatro ou cinco vereadores, além dos quatro que o partido pretende, serei candidato. Estar no Legislativo é sempre honroso em qualquer nível – afirmou

Político que por mais tempo ficou à frente da Prefeitura carioca, ele soma três mandatos no Executivo. Nas eleições do ano passado, conseguiu 1,5 milhão de votos para o Senado, ficando atrás de Lindbergh Farias (PT), Marcelo Crivella (PRB) e Jorge Picciani (PMDB).

– Tanto Cesar quanto Gabeira têm a possibilidade de chegar a 500 mil votos, cada um – analisa o cientista político Paulo Baía, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Com o enfraquecimento dos rivais, Eduardo Paes — que concorrerá à reeleição — agradece.

(Portal Vermelho)

Anúncios