Policiais civis da 16ª DP (Barra da Tijuca) investigam a morte do diretor e produtor de cinema Emiliano Ribeiro, de 63 anos. De acordo com o serviço reservado do 31º BPM (Recreio dos Bandeirantes), ele foi encontrado morto na manhã de terça-feira (12) em seu apartamento, no bairro do Itanhangá, na zona oeste do Rio de Janeiro.

Segundo a PM, a mulher do diretor de cinema, Karla Hansen, de 43 anos, estava desacordada ao lado do marido quando os agentes chegaram ao local. A polícia suspeita de que Emiliano tenha tido um enfarte e a mulher desmaiado após entrar em estado de choque.

Os policiais militares foram acionados pela empregada do casal. Karla chegou a ser levada por bombeiros ao Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, também na zona oeste carioca, mas não resistiu e morreu a caminho da unidade.

As causas das mortes não foram confirmadas pelo Instituto Médico Legal (IML). Emiliano dirigiu dois longas-metragens: “As meninas” (1996) e “Condenado à liberdade” (2001). Em 2006, ele atuou como produtor-executivo do filme “Gatão de meia idade”, de Antônio Carlos de Fontoura.

(ULTIMO SEGUNDO)