Rio de Janeiro – De olho na Copa do Mundo de 2014, realizada no Brasil, a Ambev intensifica os investimentos no futebol. A partir da marca Brahma, a cervejaria – que é patrocinadora do Mundial da FIFA, da Seleção Brasileira de Futebol e da Copa América – apoia 26 clubes brasileiros e lança agora sua plataforma oficial de incentivo ao esporte.

A partir de duas áreas de atuação, o fomento ao Futebol e o Desenvolvimento sócio-ambiental, a empresa reforça sua presença para ter seus produtos lembrados e preferidos pelos torcedores.

Entre as principais ações estão a melhoria da estrutura dos clubes brasileiros e a conexão com o torcedor. Para isso, a Ambev está ao lado de equipes como as cariocas Vasco, Flamengo, Fluminense e Botafogo na reforma de vestiários, salas de musculação e centros de treinamento. Já o relacionamento com o consumidor vem a partir de lançamentos de latas temáticas dos times.

Agora, a principal aposta da Ambev são as redes sociais. A empresa lançou quatro perfis no Facebook, no Twitter e no Youtube customizados para cada um dos principais clubes cariocas: BrahmaFla, BrahmaFlu, BrahmaFogo e BrahmaVasco.

A ideia é manter um diálogo direto com os torcedores e oferecer conteúdo, promoções e vídeos referentes aos times.

“Quando fechamos uma parceria com um clube, entendemos que não basta fazer um investimento na estrutura, sem ter conexão com o torcedor. Mais do que um contrato de patrocínio, buscamos ações que engajem, trabalhando a relação entre os clubes, a torcida e a Ambev”, diz Rafael Pulcinelli, gerente de marketing da Ambev.

Entre as ações recentes da Brahma de apoio aos clubes está a entrega do vestiário do Vasco junto com a nova sala de imprensa, além da construção da sala de musculação.

Com o Flamengo, a marca realiza obras no campo principal do centro de treinamento do clube, o Ninho Urubu, e promove o projeto “Rubro-negro para sempre”, que grava os nomes dos torcedores que comprarem tijolos para ajudar na construção do CT.

Já a nova sala de troféus do Fluminense permitirá ao público rever a trajetória do time, com um painel que mostrará todas as camisas históricas e músicas da torcida.

Outra parceria fechada recentemente pela marca foi com o Botafogo. A Brahma será responsável pela manutenção do gramado do estádio olímpico Engenhão.

Os investimentos no Rio de Janeiro também começam a render frutos e migram para outras regiões. Os mineiros já contam com as latas temáticas do Cruzeiro e do Atlético.

Agora, a empresa ficará responsável pela reforma do centro de treinamento do Cruzeiro e até o fim de 2011 será feita uma ação com os torcedores para a escolha do novo benefício para o clube, que poderá ser a sala de musculação ou o vestiário.

“Todo o investimento feito é para que, cada vez mais, o torcedor reconheça a marca como a cerveja oficial do futebol. Queremos que o consumidor assista ao jogo em casa com a sua Brahma, ou que ela seja a cerveja escolhida para tomar antes do jogo. Com ações como essas trazemos mais consumidores para a marca”, acredita Pulcinelli.

Responsabilidade social

Outra iniciativa lançada pela Ambev com foco nos consumidores e no fomento ao esporte é o “Brahma na Comunidade”.

O projeto atua em cinco pilares: contribuições e reformas na infraestrutura dos campos de futebol da comunidade, implantação de ações de consumo responsável, desenvolvimento de atividades de lazer e cultura, programas de geração de renda e reciclagem.

A ação foi lançada ontem, dia 12, e terá sua primeira edição no Rio de Janeiro, como um projeto piloto, que destinará em um ano R$ 200 mil à comunidade vencedora do edital.

Para concorrer, as inscrições devem ser feitas até o dia 28 de agosto na página do projeto. “A Ambev acredita no futebol como um fator de desenvolvimento humano nas comunidades. Queremos realizar iniciativas que criem benefícios concretos para o Brasil e para o nosso futebol”, explica Marcel Marcondes, diretor de negócios do esporte da Ambev.

Ainda pensando no pilar de desenvolvimento sócio-ambiental, a Brahma foi buscar um parceiro ilustre. O ex-jogador Cafu foi eleito o embaixador de responsabilidade social e estará em todo material de divulgação sobre o consumo responsável da cerveja e em ações em parceria com ONGs com o lema “A regra é clara: menor de idade não pode beber”.

“Precisamos educar os varejistas para evitar a comercialização de bebidas a menores de idade. Com o apoio das ONGs, visitamos os pontos de venda e identificamos os que têm o melhor desempenho. Então, investimos na melhoria destes estabelecimentos”, ressalta Milton Seligman, vice-presidente de relações corporativas da Ambev.

(Exame)