Ozeas Vicente, agricultor rondoniense de 38 anos e suspeito de assassinar o líder camponês Adelino Ramos, se entregou nesta segunda-feira (30) à polícia. A informação é da própria Polícia Civil, que confirmou a prisão de Vicente por volta das 10 horas da manhã na delegacia de Extrema de Rondônia.

O pedido de prisão preventiva contra Ozeas Vicente foi feito imediatamente. Encurralado em Rondônia – a polícia havia fechado todas as estradas e fronteiras do Estado e as mantinha vigiadas -, o agricultor foi obrigado a se entregar e espera-se que confesse o crime cometido na última sexta.

Para evitar uma rebelião dos moradores da cidade, o suspeito foi encaminhado para a Delegacia de Homicídios de Porto Velho. Ele será interrogado ainda à tarde. Os policiais querem apurar o envolvimento dele no crime e, caso a suspeita seja confirmada, entender suas motivações.

O setor de inteligência da Polícia Federal (PF) está auxiliando a Polícia Civil de Rondônia a descobrir se o suspeito tem antecedentes criminais e envolvimento em outras ocorrências.
Remanescente do massacre de Corumbiara, Adelino foi executado na manhã da última sexta-feira em Vista Alegre do Abunã, município situado na divisa de Rondônia, Acre e Amazonas.

(Época Online)

Anúncios