Todo muno ouve falar da Vitamina C. Presente nas frutas e hortaliças, a vitamina C é um dos nutrientes mais populares. Mas no que a vitamina realmente ajuda e onde encontrá-la? Entenda porque esse nutriente não pode ficar fora do seu dia-a-dia.

A vitamina C (ou ácido ascórbico – C6H8O6), ajuda as células do organismo, incluindo os ossos, os dentes, as gengivas, os ligamentos e os vasos sangüíneos, a crescer e permanecer sadias. Também ajuda o organismo a responder à infecção e ao estresse, além de auxiliar a utilização eficiente de ferro.

Se o seu organismo não receber quantidades diárias suficientes de vitamina C, você ficará mais propenso a apresentar esquimoses na pele, sangramento nas gengivas, má cicatrização das feridas, perda de dentes, dores nas articulações e infecções.

Um trabalho da Associação Americana de Cardiologia mostra uma diminuição no risco de problemas cardíacos com o consumo regular da substância. A Associação Paulista de Nutrição diz que seu poder antioxidante funciona ainda como barreira — parcial, mas útil — contra males provocados pelo cigarro.

Mas tome cuidado, ingerir quantidades excessivas de vitamina C (mais do que 100mg por dia, aproximadamente) pode causar náuseas, cólicas estomacais, diarréia e, possivelmente, cálculos renais.

Pessoas tomam grandes quantidades de suplementos vitamínicos acreditando que podem evitar algumas doenças, como gripes e resfriados. Entretanto, essas suposições não foram comprovadas. O nutriente é um importante aliado das defesas, de fato melhora a imunidade. Assim, uma gripe que duraria até mais que uma semana pode acabar mais cedo.

Mas não faltam pesquisas para comprovar as qualidades da vitamina. O ideal é consumir as doses diárias recomendadas, 90 miligramas para homens e 75 para mulheres. E como a vitamina C não é cumulativa, de nada adiante consumir grandes quantidades em um dia e ficar a zero no seguinte. Ela deve estar presente no cotidiano

Confira algumas frutas onde é possível encontrar a

Vitamina C
Acerola (uma fruta) 234 miligramas
Caju (grande) 220 miligramas
Goiaba (pequena) 218 miligramas
Kiwi (médio) 88 miligramas
Mamão (em cubos) 82 miligramas
Abacaxi (médio) 61 miligramas
Morango (100g) 57 miligramas
Laranja (média) 53 miligramas
Manga (média) 53 miligramas
Limão (100g) 47 miligramas
Melão (médio) 29 miligramas
Graviola (média) 26 miligramas
Tomate 23 miligramas
Cereja 15 miligramas
Abacate 12 miligramas

Jornal Metrópole