RIO – O traficante conhecido como Rodrigão, chefe do tráfico na Cachopa, uma região da Favela da Rocinha, e gerente-geral da venda de drogas em todo o morro, estaria namorando com a modelo Luana Rodrigues de Sousa, de 20 anos, desaparecida desde o dia 9 e tida pela própria família como morta . Os dois eram vistos constantemente juntos. A informação é de uma fonte na favela que viu a mulher pela última vez na porta da quadra da Escola de Samba Acadêmicos da Rocinha, no último dia 6, durante um baile. Segundo essa fonte, Andressa, uma jovem que estaria com Luana, teria sido morta como “queima de arquivo”.

Luana também estaria tendo um caso com um PM. Uma outra fonte na Vila Canoas, onde a jovem morava, disse que mais duas pessoas também teriam sido sequestradas. Seriam uma mulher jovem e um rapaz homossexual que estavam juntos com Luana.

(O Globo Online)