São Paulo – O voo 3603 da TAM saindo da cidade de Porto Seguro com destino à Guarulhos, em São Paulo, foi obrigado a executar um pouso de emergência no Aeroporto Luis Eduardo Magalhães às 18h47 desta sexta-feira (20). 

Segundo informações da Infraero, o comandante do Air Bus 321 da TAM emitiu sinal de ameaça de bomba para a torre de comando e recebeu a orientação de pousar imediatamente depois que um passageiro, que aparentava 45 anos, afirmou que iria explodir o avião.

A aeronave, que fazia o trajeto Porto Seguro-Salvador-Guarulhos, foi taxeada para uma área remota do aeroporto e teve todos os seus 129 passageiros retirados. A Infraero foi avisada e acionou a Polícia Federal e um grupo de elite da PM de Salvador, além de uma equipe dos bombeiros e uma junta médica local.

O homem foi detido pela Polícia Federal, e tanto a aeronave quanto as bagagens dos passageiros estão sendo revistadas. Até o momento, nenhuma bomba foi encontrada e não há nenhum ferido. Segundo a assessoria da Infraero, o aeroporto em nenhum momento foi fechado.

Segundo comunicado oficial da TAM, a companhia decidiu apurar os fatos em conjunto com o departamento federal de segurança pública para que, após a realização da perícia e, somente com total segurança, o voo seja liberado. A TAM ainda lamentou o ocorrido e pediu desculpas aos clientes pelos transtornos causados.

(Portal Exame)