Felizes pela conquista do 19.ª título do Campeonato Inglês, os jogadores do Manchester United não esconderam uma alegria especial por ter superado o rival Liverpool na lista dos maiores campeões ingleses da história, neste domingo. O Manchester assegurou o troféu com uma rodada de antecipação, ao empatar com o Blackburn por 1 a 1, fora de casa

Com o resultado, o time do técnico Alex Ferguson superou por um título o Liverpool, que segue com 18 troféus desde a temporada 1989/1990. “Há 20 anos, nós estávamos muito distante do Liverpool. É muito bom estar na frente do nosso maior rival”, disse o veterano Ryan Giggs, que participou da conquista dos últimos 12 títulos do Manchester, desde 1993.

Foi naquele ano que o time liderado por Ferguson, que assumiu o cargo em 1986, encerrou um jejum de 26 anos sem troféus. Na ocasião, o Liverpool era o maior campeão inglês, com 18 títulos, contra apenas 7 do Manchester.

“Não se trata apenas de superar o Liverpool. O que é mais importante é que nos tornamos o melhor time do país em termos de títulos. Também temos o maior número de títulos na Copa da Inglaterra [11]”, comentou o vitorioso treinador, de 69 anos. Até o presidente do clube, David Gill, celebrou o feito. “Quebrar o recorde é um grande dia para a ilustra história do Manchester”, comentou.

Herói do título, ao marcar o gol de empate neste sábado, o atacante Wayne Rooney celebrou o recorde de forma inusitada. Ele raspou os pelos do peito até formar o desenho do número “19”. “Vencer o Campeonato Inglês dá uma sensação maravilhosa e faturar o 19.º título, e se tornar clube inglês mais bem-sucedido da história, é brilhante”, comemorou.

Titular na lateral direita, o brasileiro Fábio faturou o troféu inglês pela primeira vez desde que chegou ao clube, quando ainda era um garoto. “A gente fez de tudo para conquistar esse título. É muito importante para a nossa carreira. Meu irmão já tinha um. E, desta vez, eu pude participar também”, festejou, em entrevista à ESPN.

Seu irmão gêmeo Rafael, que já havia se sagrado campeão inglês na temporada 2008/09, não pôde entrar em campo neste sábado, mas não deixou de comemorar. “A emoção é igual porque pude participar de vários jogos. Estou muito feliz. É meu segundo título aqui”, celebrou.

(Agência Estado)