Uma equipe de resgate conseguiu recuperar o primeiro corpo dos destroços do voo 447 da Air France, que caiu no oceano Atlântico em 2009 com 228 pessoas a bordo, anunciou a polícia francesa nesta quinta-feira.

A polícia informou que o corpo, içado à superfície após permanecer quase dois anos a uma profundidade de 3.900 metros, está em estado avançado de putrefação.

Os restos mortais foram analisados a bordo do navio francês Ile de Sein, que realiza o resgate dos destroços da aeronave, e serão transportados na próxima semana para Paris para uma eventual identificação.

Em abril, a Aeronáutica afirmou que o governo francês iria buscar os corpos, mas que ainda não havia informações sobre a possibilidade do resgate.

A Associação das Famílias das Vítimas do Voo 447 da Air France, porém, disse que durante reunião com o BEA ficou decidido que os corpos não seriam resgatados, o que provocou protestos por parte dos parentes.

As causas do acidente com o Airbus A330 podem ser esclarecidas após a análise das duas caixas-pretas recuperadas domingo (1º) e segunda-feira.

(Correio do Estado)