O adolescente Stetson Johnson, de 18 anos, disse que agressores tatuaram o termo “rapest” (de ‘rapist’, de “estuprador”) em sua testa e a frase “I like little boys” (“Eu gosto de meninos”) em seu peito. Para esconder a marca na testa, Johnson tatuou um código de barras.

Stetson Johnson exibe tatuagens que foram feitas por agressores. (Foto: Sue Ogrocki/AP)
Stetson Johnson exibe tatuagens que foram feitas por agressores. (Foto: Sue Ogrocki/AP)

Dois homens e duas mulheres são acusados de atacar o jovem em Del City, no estado de Oklahoma (EUA), no dia 17 de abril. Os agressores bateram na vítima com um taco de beisebol até deixá-la inconsciente, informou a polícia na quarta-feira (4).

Johnson foi atacado porque teria tentado manter relações sexuais com um dos agressores. Ele afirmou que foi jogado no chão e agredido pelos dois homens. Durante as agressões, as duas mulheres se revezaram utilizando uma arma de choque em sua genitália.

(PORTAL G1)